(14) 98134-0280   (14) 3377.1287 / 3377.1253 SAC

MEIO AMBIENTE

ESTUDO AMBIENTAL DE BIODIGESTOR

SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE GASES

O presente documento apresenta o estudo ambiental de recuperação de gases gerados pelo empreendimento FREITAS ÁLCOOL
Está em conformidade com as Diretrizes para Elaboração de Estudo Ambiental de Sistemas de Controle de Poluição Ambiental em Empreendimentos Industriais, conforme Resolução CEMA 065/08-anexo V, ITEM 10.

MATÉRIAS PRIMAS USADAS NO PROCESSO DO ÁLCOOL, A QUAL SEU RESÍDUO RESULTARÁ NO BIOGÁS 

Raiz de mandioca, milho , sorgo , bolacha , bala , chocolate  e outras fontes de amido. 

Informações sobre Produto Fabricados
A capacidade nominal de produção 15.000 lts dia de Álcool Neutro. 

Recepção

As matérias primas são transportadas para a indústria, sendo pesadas e em seguida, são enviadas para uma plataforma de descarga , logo após para fabricação do álcool , após a fabricação e geração das águas residuais  a qual são enviadas ao tratamento de efluentes liquidos em processo continuo .   

 

RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS
Segue relação dos principais resíduos sólidos, sua provável geração e destino:

 

MEMORIAL TÉCNICO 

EFLUENTES LÍQUIDOS INDUSTRIAIS 

Descrição dos Sistemas de Tratamento. O sistema de tratamento será dotado de duas etapas: tratamento primário (físico) e tratamento secundário (biológico). 

Tratamento Físico 

Compreende a separação das partículas grosseiras (cascas de mandioca) através da operação unitária de peneiramento, seguido de uma lagoa de sedimentação de impurezas.


Tratamento Biológico 


Após o tratamento físico, o efluente será submetido à biodegradabilidade da matéria orgânica em lagoa anaeróbia, finalizando em lagoa facultativa, para posterior incorporação ao corpo receptor. Justificativa dos Sistemas de Tratamento. Optou-se por este sistema de tratamento devido as características e vazão dos efluentes e pelo sistema atualmente implantado apresentar eficiência satisfatória ao MEIO AMBIENTE. 

Definição de Biogás


Define-se como biogás a mistura de gases produzidos pela conversão microbiológica anaeróbia de resíduos agroindustriais, que têm como constituintes principais o metano, além de outros gases, como o dióxido de carbono e o gás sulfídrico, cuja presença é variável, dependendo da composição do resíduo tratado.

Biogás

O aproveitamento do biogás como gás combustivel leva a uma redução no potencial de poluição do meio ambiente, pois em sua composição há acentuada concentração de metano: gás cerca de 24 vezes mais danoso que o dióxido de carbono no que se refere ao efeito estufa.

O poder calorífico do biogás varia em função da concentração de metano na mistura, sendo tanto maior quanto mais puro for o biogás, o que vai depender do material e das condições de fermentação. O poder calorífico do biogás é de aproximadamente 6kWh.m³, correspondendo a meio litro de óleo diesel , que se não fosse transformado seria jogado a natureza danificando nosso MEIO AMBIENTE. A utilização do biogás pode ser feita por queima direta (aquecedores, esquentadores, fogões e caldeiras), o que apresenta grande vantagem diante de outros combustíveis, pois é produzido pela degradação de resíduos orgânicos, ou seja, uma fonte de energia renovável.

O biogás é produzido através de residuais da fábrica que são enviados para lagoa anaeróbica, onde a mesma foi coberta com lona, assim fazendo os gases produzidos nesta lagoa são armazenados. Nesta lagoa foi introduzido uma tubulação de PVC de 200mm, que retira os gases produzidos onde estes são enviados a caldeira para queima , na qual a Empresa ganha e o MEIO AMBIENTE AGRADECE PELA NÃO AGRESSÃO

Justificativa do Empreendimento

A partir do desenvolvimento e da implantação deste empreendimento, verificou-se que o sistema de biodigestor na referida empresa foi muito útil no que se refere à questão de saneamento ambiental, bem como à questão econômica, já que pode se tornar uma nova fonte de renda. Desta forma, a partir do detalhamento do sistema, foi possível entender o processo de funcionamento do sistema de digestão anaeróbia. A utilização dos biodigestores, faz com que haja vários benefícios ambientais, os quais se relacionam, principalmente, a aspectos de saneamento bem como de geração de energia, estimulando a reutilização de nutrientes, com a produção de biofertilizantes. Observa-se ainda, que o aspecto saneamento surge na medida em que permite o isolamento dos resíduos.
Nota-se ainda, que existe a diminuição da poluição atmosférica, hídrica e do solo, já que conforme constatado, antes da instalação do sistema, tais poluições já vinham ocorrendo.Com o sistema existente, nota-se que a produção de biogás pode ser aproveitada na própria área de cultivo bem como o biofertilizante, que por suas qualidade, tem grande poder de recuperar os solos degradados, isto já está na consciência de muitas empresas que implantaram o biodigestor.No que se refere à empresa, pode-se notar que a partir do uso do biodigestor, eliminou-se o passivo ambiental ocasionado pela dispersão errada dos resíduos, bem como a melhoria de sanidade e do manuseio, obtidos com a reforma da estrutura, resultando na melhora da gestão do sistema. Além desses ganhos, a Empresa começou a gerar o biofertilizante, que tem alto teor de nutrientes (nitrogênio, fósforo, potássio) que são de interesse na adubação de culturas.

Responsabilidades

Este trabalho foi realizado pelo Assistente técnico Alcivio Jose Rossetti, com base na situação atual da empresa referentes a geração, armazenamento, coleta, transporte, tratamento dos resíduos sólidos identificados.
É valido salientar a importância da implantação, monitoramento e atualizações que se façam necessárias, a fim de garantir a funcionalidade deste Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.